Nota de Esclarecimento rebate mentiras propagadas por vereador de São Gonçalo

0
24 views

Nota de Esclarecimento

Quinta-feira, 23 de março de 2023.

 

Vereadores e Presidente da Câmara de SGRA acusam parlamentar de espalhar mentira sobre reajuste dos servidores públicos

Seis Vereadores de São Gonçalo do Rio Abaixo desmentiram vídeo de outro parlamentar que continha informações falsa. Cássio Silva acusa o grupo de mentir sobre pedido de aumento do funcionalismo municipal. O material começou a circular pelas redes da cidade essa semana. O Presidente da Câmara, Diego Ribeiro, rebateu as falsas informações em postagem no seu perfil do Instagram. “O que ele quer é desacreditar nosso real empenho e contribuição para que os servidores tenham o reajuste de 8%”, afirma no vídeo.

“Não passa de acusações sem fundamento que só quer comprometer a minha imagem e dos colegas da base para criar um desserviço e mal estar com o funcionalismo. O vereador, em nenhum momento defendeu reajuste e sequer participou da votação nas comissões. Fala em valorização, mas não defendeu o funcionalismo. Como sempre deixei claro desde o início da minha carreira política, a minha busca incessante é pela transparência e pelo trabalho ético em prol da cidade e dos servidores públicos”, afirma.

Diego explica que o aumento dos servidores da Prefeitura, aprovado pela Câmara é de 8%, graças a um acordo, firmado entre o Prefeito Nozinho e os vereadores Diego, Lulu, Marlon, Gladston, Fábio Sassá e Juninho de Edirlei. O Presidente da Câmara desmentiu que o reajuste foi uma decisão somente do Executivo e que o aumento é um trabalho conjunto pela valorização do servidor. Ele explicou que o ganho real é de 2,4%, além dos 5,6% da correção da inflação.

O Presidente esclarece que é falsa a informação de que o aumento foi apresentado anteriormente pela prefeitura, sem que o grupo fizesse parte da definição. A Prefeitura protocolou o Projeto com os novos índices, na manhã de quinta (16/3), após a reunião dos vereadores com o Prefeito Nozinho. E a proposta apresentada no dia 13/3, que pede apenas a correção pela inflação, deixou de ser considerada.

A data do protocolo foi confirmada pela Secretaria da Casa a Cássio, que diz no vídeo dizendo que foi no dia 09/3. O que contradiz a fala do vereador Cássio, que insiste de chamar de farsa a participação dos colegas na decisão. “Sempre prezei pelo diálogo e estou à disposição de todos para esclarecer qualquer dúvida ou informação que possa ajudar a manter a transparência e a verdade em nossa cidade. Continuarei lutando pela valorização do servidor público, pelo desenvolvimento da cidade e pelo melhor para todos. A sinceridade e o compromisso com a verdade sempre foram e serão os pilares do meu trabalho. A verdade sempre prevalecerá! Esta é a característica de são-gonçalense que sou, nascido e criado nesta cidade. Minha história de vida respalda a transparência dos meus atos e o meu compromisso junto à população, que conhece a minha seriedade e de toda a minha família, avós, pais, esposa e filha, todos, com orgulho, são-gonçalenses”, afirma o Presidente Diego.

Valores invertidos no site
Diego também esclareceu que, a publicação da matéria no site da Câmara, onde os índices aparecem trocados já foi corrigida. No vídeo ele afirma que o erro da Assessoria de Comunicação da Câmara foi sanado logo que identificado. A Ascom publicou errata explicando que inverteu os valores, corrigiu o erro e pediu desculpas na publicação.

Gabinete do Presidente da Câmara de São Gonçalo do Rio Abaixo, Vereador Diego Ribeiro (PDT)