Jaguar Mining cria Comitê de Diversidade

0
40 views

Objetivo é estimular as discussões relacionadas à diversidade e ouvir as sugestões propostas pelos empregados

O tema diversidade e inclusão é assunto sério na Jaguar Mining. O Comitê de Diversidade e Inclusão foi uma das iniciativas lançadas pela empresa no ano de 2020, e conta com a participação voluntária de empregados da empresa engajados com o tema. O intuito do Comitê é fomentar discussões relativas ao assunto e propor melhorias internas.

Este ano o Comitê foi reformulado, ganhando novo nome (Comitê Diversifica) e uma marca que traduz a essência do que a Jaguar Mining preza em sua cultura. Durante o mês de abril, a empresa apresenta o Comitê Diversifica e o lançamento da marca aos seus públicos de interesse, por meio dos canais oficiais de comunicação da Jaguar. Na ocasião, será apresentado também o objetivo do Comitê, além dos grupos de afinidade que o integram. “Entendemos que diferentes pensamentos, culturas e etnias contribuem não só para melhores resultados operacionais como agregam no clima organizacional. Queremos que o tema seja mais discutido em um setor onde a diversidade ainda é pouco incentivada, como é o caso da mineração”, afirma Roberto Piragibe, Gerente Geral de Engenharia e Meio Ambiente e membro Conselheiro do Comitê.

Para este ano, a empresa prevê abrir vagas para novos membros voluntários da empresa, além de campanhas educativas, com o intuito de promover cada vez mais as discussões internas sobre o tema.

Sobre a Jaguar Mining
A Jaguar Mining é uma empresa brasileira de mineração, de capital estrangeiro, com foco na exploração de ouro na região do Quadrilátero Ferrífero (Minas Gerais) e no desenvolvimento sustentável local. Suas unidades incluem o Complexo MTL, em Conceição do Pará, e o Complexo CCA, que contempla a mina Pilar, em Santa Bárbara, e a planta de processamento de minério, em Caeté. A Jaguar Mining também é proprietária do Complexo Paciência, em Itabirito, que se encontra em cuidados e manutenção desde 2012.