Instituto CENIBRA comemora duas décadas de atividade em Minas Gerais

0
20 views

Educação, geração de trabalho e renda, preservação da biodiversidade, cultura, esporte e
cidadania. Ao longo desses 20 anos, foram mais de 50 projetos e cerca de 350 mil pessoas
beneficiadas diretamente pelas atividades socioambientais desenvolvidas nos municípios de
Minas Gerais onde a CENIBRA tem operações. Os investimentos superam a marca dos 47
milhões, potencializados pelas parcerias de qualidade estabelecidas em prol do território.


O projeto Indaiá é um dos exemplos dessa atuação. Desde 2005, a palha da palmeira-indaiá é extraída de áreas de alto valor de conservação da CENIBRA, transformada em arte por meio do trançar e comercializada na internet. Com a iniciativa e apoio do Instituto ao projeto, o tecer da palha do indaiá se tornou um bem imaterial de alto valor cultural para o município de Antônio Dias/MG. A presidente da Associação Indaiá, Maria Cloenes revela que as ações se tornaram sustentáveis e, segundo ela, “de fundamental importância para o desenvolvimento social do município.

Segundo o assessor de Sustentabilidade da CENIBRA Sandro Morais Santos, a atuação do
Instituto CENIBRA contribui para o diálogo da empresa com seus públicos no território,
ampliando as possibilidades de parceria e articulação institucional para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), dentre outros indicadores.

“Dessa forma, agir localmente conectados a causas globais, fortalecendo e valorizando a vocação econômica e identidade cultural das comunidades”, diz Sandro. As ações têm como premissa proporcionar a melhoria da qualidade de vida, por meio de uma gestão integrada que garanta trabalho, geração de renda, valorização cultural, inclusão social e formação de consciência crítica para cidadãos e cidadãs.

Conheça e saiba como propor projetos ou participar das ações do Instituto CENIBRA:
www.institutocenibra.org.br/

Celulose Nipo-Brasileira S.A. – CENIBRA
A CENIBRA foi fundada no dia 13 de setembro de 1973 e pertence a Oji Holdings. Localizada no município de Belo Oriente, região leste do Estado de Minas Gerais, a Fábrica tem capacidade de produção anual de 1.200.000 toneladas de celulose branqueada de fibra curta de eucalipto.
A base florestal abrange mais de 78 municípios com plantios próprios e fomento florestal cujo manejo é certificado por padrões normativos internacionais.