Amepi e Movimento Pró-Vidas conseguem avanços para a duplicação da BR-381

0
41 views

Prefeitos e lideranças garantem solução para gargalo na  saída e chegada de BH, além de articular medidas para atrair interessados  no leilão da concessão da rodovia

Nesta semana, comitiva de prefeitos da Associação dos Municípios da Microrregião do Médio Rio Piracicaba (Amepi) e lideranças do Movimento Pró-Vidas, cumpriram agendas importantes em Brasília. Eles conseguiram avanços para a duplicação da BR-381.

Esse foi o primeiro encontro do grupo para tratar dos próximos passos das obras anunciadas recentemente pelo governo federal, no trecho entre Belo Horizonte e Governador Valadares. Uma das grandes conquistas foi a confirmação e a garantia de que o governo vai mesmo fazer as obras entre Belo Horizonte e Caeté.  Esse local é considerado sensível, porque além dos serviços de engenharia e as obras, envolve ainda a retirada e o reassentamento de cerca de duas mil famílias que ocupam beira do asfalto, na saída e entrada  da capital mineira.

Reunião no Dnit
Em reunião com o diretor geral do Departamento Nacional de Infraestrutura do Transporte (Dnit), Fabrício Galvão, ele confirmou que os 34 km desse trecho, lotes 8A e 8B da rodovia, serão feitos pela União, ficando de fora do edital de concessão. Conforme o diretor do órgão, a projeção é a de que o edital para essas obras fique pronto em cerca de 60 dias.

A notícia foi comemorada pelo presidente da Amepi, o prefeito de Itabira, Marco Antônio Lage (PSB) e o coordenador do Pró-Vidas, Clésio Gonçalves. “Essa é uma grande notícia não só para a região, mas para todos os mineiros   era um dos obstáculos para atrair os investidores interessados na obra e, agora, o edtal vai ficar mais interessante”, afirma Marco Antônio Lage. “Em dezembro do ano passado, nós, do Pró-Vidas e prefeitos nos reuniram em Brasília quando solicitamos novo modelo do contrato de concessão da BR-381 e melhorias, essas mudanças foram atendidas e anunciadas”, comemora Clésio Gonçalves.

O grupo também solicitou ao diretor-geral, Fabrício Galvão, que as obras de duplicação comecem por Caeté, seguindo o trecho já duplicado, sentido BH. Ele acatou a sugestão. A ideia é começar os serviços onde praticamente não há famílias para indenizar e conseguir desafogar o trânsito naquela região. Com isso, a expectativa é ganhar mais cerca de 10 km duplicados.

Apoios importantes
Na terça-feira (27), o grupo se reuniu com o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira (PSD), que manifestou apoio ea defesa das obras de duplicação. Ele  foi diretor do Dnit e lembrou que essa pauta é uma reivindicação antiga dele que se  soma aos interesses da Amepi e Movimento Pró-Vidas.

O ministro Alexandre Silveira reforçou que, ao lado do ministro dos Transportes, Renan Filho, vai percorrer a rodovia entre Belo Horizonte e Ipatinga para vistoriar o trecho, no dia 25 de março. Na ocasião, Marco Antônio Lage, em nome das lideranças, convidou os dois ministros para uma reunião com todos os prefeitos e lideranças da região no Médio Piracicaba em João Monlevade.

Outra manifestação de apoio veio do ministro do Tribunal de Contas da União, o ex-governador e senador, Antônio Anastasia. Ele e equipe se comprometeram em dar celeridade aos trabalhos para que a expansão da rodovia se torne uma realidade e para destravar os pontos que ainda dificultam o êxito do projeto, evitando a ausência de empresas, como ocorrido em outras ocasiões.

Edital no segundo semestre
Na quarta-feira (28), os prefeitos da Amepi e representantes do Pró-Vidas também se reuniram com lideranças técnicas do governo, como a Secretária Nacional de transportes Rodoviários, Viviane Esse, e o Subsecretário  de Sustentabilidade do Ministério dos Transportes, Clovis Benevides. Eles tiraram dúvidas sobre o planejamento das obras, estudos em andamento e afirmaram que se os trâmites continuarem como previstos, o edital da nova concessão deve ser publicado no segundo semestre deste ano.

O diretor geral da Agência Nacional dos Transportes Terrestres (ANTT), Guilherme Sampaio, também reforçou que o novo edital da concessão da duplicação da BR-381 tem tudo para ser publicado ainda este ano. Ele, que é de Belo Horizonte, afirmou que “a duplicação deixou de ser uma obrigação e se tornou uma obsessão”.  Conforme Sampaio, após o Dnit finalizar o trecho entre BH e Caeté, o local deverá ser entregue para ser cuidado pela empresa vencedora da concessão, como os demais quilômetros da via.

Presenças
Formaram a comitiva da Amepi e representantes do Pró-Vidas, os prefeitos de João Monlevade, Laércio Ribeiro (PT); de Sabará, Wander Borges (PSB); de Nova União, Ailton Guimarães (Avante); de Dionísio, Francisco Castro de Souza Filho, o Nando (MDB); de Santa Bárbara, Alcemir José Moreira (DEM) e sua vice, Dionir Rodrigues (DEM).

Também presentes, a secretária executiva da Amepi, Christiane Linhares, o presidente do Metabase,  André Viana e o assessor Wallison Cristiano; além d a assessora da Confederação Nacional do Transporte (CNT), Maria Carolina Noronha, que completaram o grupo na agenda de reuniões.